SEJA BEM VINDO EM NOME DE JESUS.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

A QUEM, OU, O QUE AMAMOS?

Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar um e amar outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. (Mateus 6.24)
            Quando estamos comprometidos somente com as coisas do mundo, com as coisas materiais, quando buscamos a Deus somente para que Ele possa nos abençoar, possa fazer com que prosperemos. Não podemos dedicar o mesmo amor, ou a mesma a atenção Deus  que dedicamos para conseguir bens materiais; pois quando colocamos o nosso coração, quando  o  nosso objetivo é prosperar a todo o custo, ou se amamos estas coisas que são passageiras, pois quando assim agimos o amor de Deus não está em nós. “Por isso, vos digo: não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que a vestimenta?” (Mateus 6.25) Devemos em todo tempo buscar primeiro o Reino de Deus, buscar viver segundo a sua palavra, uma vez que Ele tudo sabe, e conhece as nossas necessidades, mas se dedicarmos primeiro a saciar as necessidades do corpo para depois buscarmos o Senhor, ou seja, delegá-lo a um segundo lugar, então não conseguiremos nada.
            “Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?” (Mateus 6.26) Quando vamos a Deus somente em busca da cura, da prosperidade, da realização profissional, material ou física, estamos delegando a Deus um segundo lugar, e estamos o transformando empregado cuja função é somente nos servir, e não o dando o lugar de honra devida ao Senhor em nossas vidas. “E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura?” (Mateus 6.27) Deus é Senhor, devemos dedicar amor a Ele independente da nossa situação, pois Ele cuidará de nós, se dedicarmos a nossa vida a Ele com certeza seremos guiados e dirigidos para que prosperemos segundo a sua vontade, pois  seremos objetos de seus cuidados; mas claro quando a sua palavra for a nossa prioridade,  o nosso prazer for servi-lo, dedicar toda a nossa existência a adorá-lo.
            “E, quanto ao vestiário, porque andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham, nem fiam.” (Mateus 6.28) Dedicamos tempo demais em buscar a realização econômica, financeira, como inúmeras desculpas, e delegamos ao Senhor um segundo, terceiro, ou quarto lugar; sendo que se o colocarmos em primeiro lugar, se o buscarmos em primeiro, Ele providenciará o que necessitamos, Ele nos guiará na vida profissional, sentimental e financeira, devemos confiar em sua palavra; o que devemos fazer é aplicar a palavra Dele no nosso dia a dia. “E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua gloria, se vestiu como qualquer deles. Pois se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pequena fé?” (Mateus 6.29,30) Basta ter fé e aplicar a palavra do Senhor e não ficarmos apresentando desculpas para nossa falta de fé e ganância, para a nossa ambição, e alegações de pensar no futuro, em tese estarmos negando a fé. Leia e pratique a Bíblia. Que Deus o abençoe.
                            Pr.Henrique Lino                               

segunda-feira, 25 de julho de 2011

ALGUMAS EXPRESSÕES E SIGNIFICADO DA PALAVRA DANADO.



Você vai ser redirecionado para o novo site “Difundindo a Palavra de Deus” na URL robertodedeus.com/

Este artigo está no link: http://robertodedeus.com/portal/?p=46 ou procure no site pelo mesmo titulo.



A Paz de Cristo a todos.

Quero falar sobre algumas expressões que as pessoas usam há muito tempo, e que traz maldição para nossa vida. Como sabemos, as imagens trazem maldição para quem as tem, por isso toda pessoa que entrega a sua vida a Jesus Cristo deixa de usar imagens e coisas ligadas a elas. Mas existem algumas expressões que até os evangélicos continuam usando e talvez não percebam, e trazem maldição como as imagens. Vejam abaixo algumas muito usadas entre os evangélicos:

-"Nossa senhora" "minha nossa senhora"  – Essa expressão está ligada à imagem de nossa senhora que é usada pela igreja católica. Quando a pessoa passa por uma situação de exclamação usa esse termo. O diabo é astuto, alem de usar a pessoa ainda lança mão da pessoa que está conversando com ela e amaldiçoa. Todas as vezes que ouço a expressão se não puder repreender em voz alta, digo com gemido inexprimível “nossa não” “minha não” ou “isso é coisa do diabo”.


-“Nossa mãe” “nossa mãe do céu” “virgem mãe” – Essas expressões estão ligadas à Maria, que a igreja católica diz ser “nossa mãe”  “virgem até morrer”. Na Bíblia encontramos apenas que Deus é nosso Pai que está no céu, não temos mãe conforme as Escrituras Sagradas. Na expressão “virgem mãe”, a igreja católica impõe que ela morreu virgem contrariando as Escrituras Sagradas. Veja uma das varias passagens que mostra que ela teve mais filhos, em Mateus 13 diz “55. Esse homem não é o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria, e seus irmãos não são Tiago, José, Simão e Judas? 56. E suas irmãs, não moram conosco? Então, de onde vem tudo isso?" (Bíblia CNBB)

-Ave Maria – Essa expressão também está ligada à imagem de Maria. A palavra “ave” significa “salve” e era usada para saldar os imperadores romanos. Se a palavra diz para salvar, como podemos até hoje usá-la, se Maria já morreu há muito tempo? Na Bíblia diz que depois de mortos temos que aguardar o julgamento de Deus. Devemos tomar muito cuidado com as nossas expressões e deixar de usa-las. Eu já mudei a expressão e digo “NOSSO SENHOR”, assim quebramos a maldição que a igreja católica lançou no mundo além de agradar a Deus, pois SOMENTE BUSC0 A ELE.

-Viche Maria – Vem de Virgem Maria. A igreja católica lançou no Brasil a expressão, no sentido de espanto. Mas para ela é mais um jeito do povo adorar a Maria inconsciente.

Nós evangélicos amamos também Maria, pois ela foi uma mulher escolhida por Deus para trazer Jesus a este mundo e nada mais; na Bíblia não pede para adorá-la, busque na Bíblia e verá que não estou mentido. A você que é católico passe a não usar também as expressões acima.

Em Apocalipse 22 - 18 Eu declaro a todos aqueles que ouvirem as palavras da profecia deste livro: se alguém lhes ajuntar alguma coisa, Deus ajuntará sobre ele as pragas descritas neste livro19 e se alguém dele tirar qualquer coisa, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida e da Cidade Santa, descritas neste livro. Cuidado, quem usa estás expressões está acrescentando coisas que não estão na Bíblia e vão receber o que diz na Palavra. Texto tirado da Bíblia ave Maria, no site, http://www.bibliacatolica.com.br/

 Quem tem boca vai a Roma o que tem em Roma? O Vaticano.  Sabemos que é a Babilônia de hoje. Quando ouvimos isso, nossa atitude com cristãos deveria ser repreender , pois a pessoa está dizendo que se você tem boca chegará a Babilônia. A Palavra fala que a nossa boca é para louvar, agradecer, pedir e levar a Palavra de Deus por este mundo. ESTÁ REPREENDIDO EM NOME DE JESUS.

Meu santo é forte - A Bíblia não relata os santos como são usados pelas pessoas. O santo é todo aquele que entregou sua vida para Cristo e vive conforme a vontade d’Ele. Como uma pessoa morta, que a igreja Católica diz ser santo, pode fazer alguma coisa por nós se na Palavra de Deus diz que quem morreu nada sabe e não tem poder para fazer mais nada? Veja em Eclesiastes 9: 5 “Com efeito, os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem mais nada; para eles não há mais recompensa, porque sua lembrança está esquecida. 6. Amor, ódio, ciúme, tudo já pereceu; não terão mais parte alguma, para o futuro, no que se faz debaixo do sol. 10. Tudo que tua mão encontra para fazer, faze-o com todas as tuas faculdades, pois que na região dos mortos, para onde vais, não há mais trabalho, nem ciência, nem inteligência, nem sabedoria”. (Bíblia ave Maria) link http://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/eclesiastes/9/#.UYgC5KLU9cc

Ovelha negra - Jesus falava muito sobre as ovelhas dizendo que o que escuta a Sua voz é ovelha boa. Veja o que relata João em 10:27 “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;”. Sabemos pela Palavra de Deus que “negro” faz referência às trevas, e, portanto, pertence a satanás. Geralmente essa expressão é usada para dizer que você é uma pessoas diferente das outras da família, dos amigos, etc. Quando for dito que você é uma OVELHA NEGRA, repreenda, pois pode parecer (ou significar) que você, apesar de ovelha, pertence a satanás e não a Jesus.

Palavra “DESCULPA”, mais uma do diabo para nos tirar da vontade de Deus. Da primeira a última palavra na Bíblia não achamos Deus usando a palavra “desculpa”. Deus nos deixou a palavra “PERDÃO” e o povo tem usado o “desculpa” em tudo. Para Deus estamos em desacordo com a Sua vontade, por não ter o mesmo significado de PERDÃO.

PALAVRA DANADO
Outra coisa que gostaria de deixar para os irmãos analisarem é o uso da palavra “DANADO”. Nós temos o costume de chamar principalmente os nossos filhos pequenos de “danado” ou “danadinho”, quando eles fazem alguma coisa que nos impressiona. Esta expressão é um elogio à criança, dizendo que é muito esperta ou algo assim. Vamos ao seu significado que são vários, mas o que me chama atenção é “condenado ao inferno”. Consulte no dicionário Aurélio e outros. Veja no link http://www.dicio.com.br/danado/ (S.m. O que foi condenado ao inferno). Vamos quebrar também este hábito em nossas vidas e assim não amaldiçoaremos os nossos filhos.


Para você que não aceita estas repreensões, está em pecado como diz a Palavra de Deus em Provérbios 10-17 “O caminho para a vida é daquele que guarda a instrução, mas o que deixa a repreensão comete erro.”

Que Deus abençoe a todos em nome de Jesus, amém.

Escrito por Roberto Wagner.


Visitem meu (nosso) site novo,  robertodedeus.com

Este artigo também está lá  http://robertodedeus.com/portal/?p=46

Em breve este blog será desativado, ficando somente o site  (robertodedeus.com)

 

CONHECIMENTO E SABEDORIA.

Podemos adquirir conhecimento através de estudo, mas sabedoria, esta vem de Deus. Encontramos em I Reis 3 – 9 a 11, quando Salomão pedi a Deus um coração de entendimento (sabedoria).

Pelo conhecimento, sabemos que tomate não é legume, e sim fruta e pela sabedoria sabemos que não podemos colocar tomate na salada de fruta.


Percebeu a diferença entre conhecimento e sabedoria?

TODOS OS CAMINHOS LEVAM A DEUS?

Há certos ditados e frases populares que ao longo dos tempos são reinterpretados e, por conseguinte, acabam adquirindo novos significados. Aliás, de tanto serem repetidos, terminam por se eternizar como verdades absolutas. O ditado latino Omnes viae Romam ducunt, “todos os caminhos levam a Deus”, é um belo exemplo disso.
 
Ora, mas como foi que esse ditado surgiu? Bem, sabe-se que Roma, ao tornar-se império mundial, experimentou em certo momento de sua história um desenvolvimento urbano muito grande. E como era o principal centro comercial do mundo na época, Roma acabou criando redes de estradas que a ligavam às suas províncias ao longo de todo o seu domínio imperial. Esse fato fez com que surgisse o conhecido ditado: “todos os caminhos levam a Roma”. Para passar daí para o seu significado religioso, “todos os caminhos levam a Deus”, foi um pulo.

Porém, se quisermos ser honestos teremos que admitir o seguinte fato incontestável: assim como não podemos generalizar e dizer que “todos os remédios curam o câncer”, “todas as vacinas levam à cura da gripe” e “todos os itinerários conduzem ao Monte Everest”, da mesma forma não podemos afirmar que “todos os caminhos levam a Deus”.

Nesse mundo pós-moderno em que vivemos, o qual busca inocular em nossas consciências valores como o pluralismo e o relativismo, verdades absolutas, como a verdade do Evangelho, acabam sendo muitas vezes sacrificadas em nome de uma “filosofia ecumênica”, hoje na moda.

Essa variedade de “caminhos” que hipoteticamente nos levam a Deus, pode nos conduzir, antes de tudo, a um relativismo crônico. Se seguirmos esse tipo de raciocínio “ecumenista” seremos tentados a pensar que se há tantos “caminhos” distintos que nos levam a um mesmo objetivo, Deus, então todos eles merecem respeito e consideração, pois todos eles devem ser/estar “corretos”. Tal raciocínio conduz a uma relativização da verdade, criando assim o ensejo para que cada um “pense o que quiser” e “acredite no que quiser” já que todos têm a “sua” verdade.

Essa filosofia pluralista-relativista tem como objetivo principal “silenciar” e “amordaçar” a nossa consciência, porque se existem tantas “verdades” por aí, logo, ninguém tem o direito de dizer aos outros o que deve ser feito ou pensado em matéria de religião, espiritualidade, ética, moral e assim por diante. Esse tipo pernicioso de filosofia acaba criando precedentes para que vejamos o aborto e a legalização da maconha, por exemplo, como coisas normais. Aliás, ai de nós se ousarmos questionar a legitimidade dessas práticas e de outras! Se fizermos isso, somos logo tachados por alguns como “fundamentalistas”, “quadrados”, “antiquados”, “retrógrados” etc.

Todavia, quando Jesus diz: “Eu sou o caminho e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão através de mim” (João 14.6), ele está fazendo uma declaração exclusivista-absolutista, a qual não abre o mínimo espaço para qualquer ideia pluralista-relativista no que diz respeito à questão salvífica. Os substantivos “caminho”, “verdade” e “vida”, no texto original grego, estão todos precedidos pelo artigo (Jesus é “o” caminho, “a” verdade e “a” vida), fato este que exclui automaticamente a existência de uma pluralidade de “caminhos”, “verdades” e “vidas” que possam conduzir alguém ao Pai. Some-se a isto ainda o seguinte: na expressão “ninguém vem ao Pai senão através de mim”, a conjunção grega traduzida corretamente por “senão” (do grego, ei mé) também aponta para a exclusividade de Jesus como “único caminho” que nos conduz a Deus e, conseqüentemente, à salvação.

Esse pensamento pode até soar como arrogante, pretensioso e fundamentalista para muitas pessoas, porém, não podemos fazer concessões, negociatas e barganhas de nenhuma espécie com a verdade do Evangelho. Ou Cristo nos é totalmente suficiente, e, portanto, ele nos basta. Ou então, Cristo é insuficiente, e, sendo assim, não merece que a nossa confiança e fé sejam depositadas nele.

Em uma época em que as pessoas relativizam valores absolutos, não buscam tomar partido de nada e de ninguém e vivem “fazendo média” com as opiniões de todo mundo a fim de poderem agradar a todos e, assim, se auto-preservar (o que denuncia a falta de identidade própria do indivíduo), é necessário assumir uma postura diferente. Não dá pra ser “Maria-vai-com-as-outras”. Não dá pra “seguir a multidão” cegamente. Não dá pra sacrificar valores absolutos ou fazer certas concessões doutrinárias, filosóficas e ideológicas em nome da perpetuação de um pluralismo que, ao mesmo tempo em que defende a coexistência harmônica de múltiplas verdades por um lado, nega a existência da verdade una e eterna, pelo outro.

Como diz o refrão da música “Caminhos Perdidos” cantada por uma banda de nome bastante sugestivo, “Sem Destino”:

terça-feira, 19 de julho de 2011

GUILHERME DE PÁDUA, "QUE AMOR É ESSE"


 Você vai ser redirecionado para o novo site, em 20 segundos, “Difundindo a Palavra de Deus” na URL robertodedeus.com/


Este artigo está no link: http://robertodedeus.com/portal/?p=1129    
ou procure no site pelo mesmo titulo.



Olá, a Paz de Cristo a todos.

Livro sobre a sua conversão.

Não vou voltar ao passado e falar sobre os fatos, mas quero com esta mensagem mostrar a todos as maravilhas que Deus faz com quem Ele ama. Quero falar da conversão do Guilherme de Pádua. Hoje congregamos na mesma igreja; não o conheci antes, porém posso falar que ele é outra pessoa, pois vive para Deus e sua obra. Quero falar do livro que sua esposa (Paula Maia) escreveu acerca do encontro que ele teve com Deus quando estava cumprindo a pena que lhe foi imposta. O livro fala somente do tempo de prisão, conversão e não do crime. Gostaria que você lesse para ver a obra maravilhosa que Deus fez nesta vida. 

Principalmente você que conhece a Palavra de Deus e até hoje condena o Guilherme de Pádua, veja o que disse Jesus em João 8-7 “... Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.” Será que você não tem pecado? Para Deus não existe pequeno e grande pecado. Deus aceita a todo aquele que se arrepende dos seus pecados, todos temos esse direito. Veja em Lucas 23-43: “E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso”, ele foi perdoado. Peço que obedeça a Lei de Deus (de coração) e ponha em prática. Leia em Mateus 6:14-15: “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós. Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas”. Em nenhuma parte da Bíblia você encontrará: “se o crime for contra alguém de sua família, não perdoe”, se você encontrar me mostre. Cuidado, você que até hoje ainda condena o Guilherme, você não é cristão e sim um frequentador de igreja.

Desde o dia do crime, Guilherme de Pádua é referência a tudo de ruim que acontece no país e quem sabe no mundo. Pergunto a você se os acontecimentos de hoje não são piores do que o dele? Pois encontramos pais estuprando filhas de sangue de 2, 3 e 4 anos. Lembra do casal Nardoni, em que o próprio pai matou a filha e a Susane Richthofen, que matou os pais, nestes casos considero pior, mas o que você acha? (Não são referência). Ou você acha que isso é menor do que o crime que ele cometeu? Somente ele é apontado pela mídia e por algumas pessoas como referência criminosa (também de coisas ruins).

Tenho certeza que você gosta de ler testemunho de vida para ver a obra de Deus na vida de alguém, e você conta o seu testemunho também. Por isso te aconselho a ler o livro e verá a grande obra feita na vida dele. Estou deixando algumas páginas do livro abaixo que são testemunhos do diretor de presídio, familiares e pastores. Pergunto a você: já viu algum diretor de presídio falar bem de preso e ainda escrever dando uma boa referência? Caso se interesse em adquirir o livro entre em contato comigo que a Paula enviará pelo correio.

Que Deus possa te abençoar em nome de Jesus, amém.
Publicação autorizada pela escritora Paula Maia

Obs.: Para as pessoas que moram fora do país e podem não ter conhecimento dos fatos, caso queiram procure na internet sobre o crime de Guilherme de Pádua, e verão o milagre de Deus na vida do Guilherme.








Veja a matéria sobre o crime no link;
http://robertodedeus.blogspot.com.br/2012/12/guilherme-de-padua-fala-sobre-o-crime.html


PARA  ADQUIRIR O LIVRO E TESTEMUNHO, ENTRE EM CONTATO COMIGO PELO BLOG OU E-MAIL   robwagbh@hotmail.com