SEJA BEM VINDO EM NOME DE JESUS.

segunda-feira, 12 de março de 2012

COMO ERRAR MENOS NO NAMORO.

"De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua Palavra." (Salmo 119.9).

Os erros ou acertos são resultados de nossas ações, que por sua vez são definidas pelo conhecimento que possuímos e pelas atitudes (comportamentos) que escolhemos ter. Para acertarmos, também é necessário
possuirmos alvos, objetivos, conhecermos os propósitos de Deus, sem os quais nossos esforços serão em vão. “Bem aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido.” (Salmo 1.1-5)

Observe que o primeiro trecho do livro dos Salmos começa com “bem-aventurado” e termina com “bem sucedido”. Qual foi a receita desse personagem bem-aventurado? Deus se dedica a nos ensinar. Já era
assim com Adão e Eva, antes do pecado. Deus ensinava a Adão e Eva em seus encontros diários e eles aprendiam diretamente do Criador. Embora tivessem adquirido o conhecimento de Deus, ainda assim erraram ao desobedecerem ao que Ele ordenara. Já se vê nesse episódio bíblico a incoerência entre o
possuir conhecimento e ter um comportamento incorreto, ou seja, a ausência de sabedoria, ou ausência do temor de Deus.

CONHECIMENTO
O meu povo está sendo destruído porque lhe falta o conhecimento.” (Oséias 4.6) Conhecimento é essencial à nossa sobrevivência e sucesso, e Deus nos forneceu por meio de sua Palavra, a Bíblia. No nosso cotidiano familiar, na con6vivência em sociedade, nas organizações em que trabalhamos ou congregamos, diversos conhecimentos são indispensáveis para que tantas interações pessoais ocorram normalmente e tantas tarefas sejam realizadas com eficiência. Guardai, pois, as palavras desta aliança e cumpri-as, para
que prospereis em tudo quanto fizerdes.” (Deuteronômio 29.9) Podemos notar no trecho acima que há dois verbos: guardar e cumprir. O primeiro refere-se ao aprendizado e o segundo à atitude. No namoro, no casamento e na família a busca por conhecimento é fundamental para não cometermos erros. Entretanto, assim como na história de Adão e Eva, apenas o conhecimento do que era correto fazer não foi suficiente
para evitar o erro. Faltou-lhes a obediência, faltou-lhes uma atitude coerente com a verdade que conheciam. Existem pessoas cheias de conhecimento e que agem de forma errada, mesmo sabendo a forma correta de agir! O trânsito é um bom exemplo disso. Quantos cometem infrações, mesmo sabendo que suas ações são erradas!

ATITUDE
Leia a lista a seguir, e reflita um pouco sobre os dez comportamentos/ atitudes antagônicos enumerados e as conseqüências de escolher a direção certa ou errada:
1. Alimentar Espírito x Alimentar a Carne (Gálatas 5.16- 26).
2. Diligência x Preguiça (Provérbios 6.6-11).
3. Ser guiado pelos propósitos de Deus x Deixar a vida me levar (Provérbios 19.21).
4. Falar x Calar (Tiago 1.12 / Mateus 12.37 / Timóteo 2.14- 26).
5. Fazer no tempo certo x Precipitação ou Procrastinação (Eclesiastes 3.1-8).
6. Fugir da Tentação x Cair na Tentação (Tiago 1.12-14 e 4.7 / Marcos 14.38 / 1 Coríntios 10.13 / Mateus 26.41 / João 3.7-10 / 2 Timóteo 2.22).
7. Humildade x Arrogância (Mateus 23.12 / Tiago 4.6-10).
8. Obediência x Desobediência (Salmo 1.1-5).
9. Santidade x Pecado (Efésios 4.25-32 / 1 Tessalonicenses 4.4-8).
10. Submissão x Rebeldia (Romanos 13.7 / Hebreus 13.14).

Em geral, o namoro começa antes mesmo da vida adulta, quando ainda temos tanto a aprender sobre relacionamentos e tantas outras situações. Alguns jovens acham que sabem o bastante e que suas escolhas são as melhores, desprezam os conselhos. Provérbios 11.14 diz que na multidão de conselhos há sabedoria. Tomar conselhos é uma atitude humilde e que conduz a um futuro bem sucedido. Certamente, a melhor fonte de conselhos que Deus nos dá é a sua própria Palavra. Mas também outras pessoas, guiadas pelo Espírito Santo, podem lhe dar bons conselhos em diversas áreas. Além de um pastor(a), Deus pode usar um profissional especialista para lhe dar bons conselhos, como, por exemplo, um médico, um funcionário de
seu banco, um nutricionista, um dentista, um advogado, um arquiteto, um engenheiro etc.

A vida não é um jogo, mas os jogos são uma boa metáfora da vida. Para participarmos ou competirmos em um jogo temos que conhecer as regras. E, para sermos vitoriosos, além das regras temos que adquirir outros conhecimentos e habilidades específicos do jogo. Jogamos em várias posições durante nossas vidas: somos filhos, namorados, estudantes, gerentes, profissionais, funcionários, líderes de ministério, pais, cônjuges,
motoristas, pedestres, professores etc. Para sermos bem sucedidos em cada papel que assumimos temos que adquirir competências específicas compostas por conhecimentos, habilidades, obediência a determinadas regras, e, claro, também nos esforçarmos de forma direcionada para os propósitos de Deus. “Prossigo para o Alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3.14) “Sabemos que
todas as cousas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8.28) “Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do SENHOR permanecerá.” (Provérbios 19.21)

ALVOS / OBJETIVOS / METAS / PROPÓSITOS DE DEUS
Finalmente, acertar é fruto da combinação do esforço de adquirir conhecimento e ter atitudes corretas. Mas ainda há outro elemento fundamental para não errarmos: estabelecermos alvos, objetivos, propósitos. Errar é o mais provável quando não temos alvos. Quando não possuímos conhecimento, não temos atitudes corretas ou não escolhemos alvos, temos a receita certa do erro. Por outro lado, acertamos quando buscamos o conhecimento, nos empenhamos por ter atitudes coerentes, temos clareza dos propósitos que
Deus tem para nossas vidas e nos esforçamos para atingi-los.

Pr. Richarde Guerra


Nenhum comentário:

Postar um comentário