SEJA BEM VINDO EM NOME DE JESUS.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

O que é julgamento.


"Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós." (Mateus 7:1-2)
Esse versículo é muito utilizado pelos desobedientes para justificarem seus erros. Geralmente, quando alguém é confrontado por estar vivendo contrário aos preceitos do Senhor, defende-se utilizando esse versículo. Também os supostos cristãos, digo supostos porque são cristãos somente de irem à igreja, porque não praticam a Palavra, e, por saberem disto, quando se fala em confrontar alguém e chamar ao arrependimento, eles são os primeiros a pedir cautela, alegando também esse trecho, porque sabem que eles mesmos estão no erro. Devemos procurar entender o que o Senhor está nos dizendo aqui, porque julgar é um ato de sentenciar alguém, é quando decidimos se a pessoa é culpada ou inocente, com base em parâmetros nossos, humanos. Mas, quando analisamos à luz da Palavra de Deus, quando confrontamos de acordo com os ensinamentos do Senhor, o julgamento não é nosso, mas do Senhor. "Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia."(João 12: 48).O que não podemos fazer é, estando no erro, em pecado, querer confrontar outra pessoa. Devemos primeiramente nos corrigir com o Senhor, para só aí então falarmos da Palavra. Não se pode falar do amor de Deus se não se vive isto; é necessário estar limpos para apontar a sujeira dos outros, porque da mesma maneira seremos julgados, se estamos em erros, em pecados, com certeza iremos prestar contas, não se pode pregar para o pecador sendo um pecador também. É o nosso dever viver em santidade e pregar, exortar, chamar todos os pecadores ao arrependimento, para que se convertam e se salvem. Mas é necessário primeiro estar limpo, um cego não guia outro. "E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão."(Mateus 7:3-5). Não se pode condenar o adultério, a mentira, o engano, a maldade, a desonestidade vivendo-a, tendo esses erros no coração. Não se pode pregar, condenar o pecado vivendo-o. Devemos chamar todos os pecadores ao arrependimento, confrontar quem está no erro, mas é preciso saber que não estamos em igual condição. Portanto, devemos entender bem esses versículos e deixarmos a hipocrisia e a mentira de lado, e principalmente parar de justificar os nossos pecados e desobediências.
"Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem." (Mateus 7:6). Pérolas são parecidas com alimentos, ração de porcos, mas, se a atirarmos para os porcos famintos, eles simplesmente irão ficar irritados, porque, além de não os alimentar, servirá de tropeço, pois escorregarão nelas. Assim também é a Palavra de Deus, não podemos pregar em qualquer lugar, nem para qualquer pessoa, pois incorremos no erro de irritá-las e virem a nos odiar. Isto porque elas não querem saber do Evangelho e sabem que estão tropeçando, escorregando mesmo na palavra, que a Palavra só serve para mostrar os seus erros,os quais não querem abandonar. A Palavra de Deus é uma joia, a mais valiosa das joias, e devemos oferecer dá-la a quem a deseja e dela fará uso. Devemos saber onde falar, e como e quando falar do Evangelho, caso contrário, poderá haver um efeito contrário, ao esperado. "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á."(Mateus 7:7-8). Devemos pedir o que necessitamos - digo necessitamos e não queremos, desejamos, porque muitas vezes entendemos que precisamos de algo, mas, na verdade, é somente para nos vangloriar, é supérfluo, desnecessário, portanto não está de acordo com a Palavra do Senhor. Mas o que estiver de acordo com os preceitos de Deus, devemos clamar até conseguir; nos colocarmos em posição de receber, que é praticar as ordenanças do Senhor e clamar, insistir que, com certeza, receberemos. Mas,quem não estiver vivendo a Palavra de Deus, nada receberá."E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?" (Mateus 7:9-10). Assim como os pais atendem aos pedidos, aos clamores dos filhos, Deus também nos atenderá. Mas de igual modo, como os pais terrenos não têm prazer em atender aos filhos desobedientes, não lhes dá o que pedem, nem o que lhes é desnecessário, assim também o nosso Pai Celestial não dará. Deus Pai atenderá os nossos pedidos muito mais rapidamente e melhor do que nossos pais terrenos, ou do que atendemos aos nossos filhos carnais, se estivermos vivendo de acordo com as leis do Reino.

"Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?" (Mateus 7:11). Nós, como seres imperfeitos,temos prazer em atender aos pedidos dos nossos filhos, e muito mais tem o Senhor, mas, para recebermos, é necessário sermos filhos, porque todos nós somos criatura, feitura de Deus, mas filho é somente quem obedece, pratica e aceita as suas ordenanças. Temos direito e receberemos tudo de que necessitamos, se clamarmos, se buscarmos no Senhor. Se batermos, a porta se abrirá, mas devemos bater de forma certa e de mãos limpas. "Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas." (Mateus 7:12). Tudo o que queremos que nos façam,assim como queremos ser tratados, devemos fazer. Amar ao próximo como a nós mesmos é exatamente agir assim, é dar prioridade ao próximo, sempre procurar ajudar, socorrer, atender, apoiar, respeitar, amar, pois de igual maneira farão conosco. A lei de Deus, o mandamento de Jesus é amar a Deus e ao próximo, se não o praticamos, desobedecemos ao Senhor e nada conseguimos. Gritamos, clamamos a Ele e nada recebemos. Se amarmos o próximo, faremos somente o que queremos que nos façam, portanto não existirão mentira, engano, adultérios e nenhuma maldade em nossos atos, pois não queremos que ninguém nos engane ou cause dor.Se amarmos ao próximo, quando clamamos ao Senhor, ou antes de clamarmos, teremos nossos pedidos atendidos. Se amarmos a Deus acima de tudo e de todos e o próximo como a nós mesmos, cumprimos todos os mandamentos. "Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." (Mateus 7:13-14). Entrar pela porta estreita é viver somente de acordo com as ordenanças do Senhor, é não fazer as nossas vontades, não atender as nossas paixões. É saber que aqui tudo é passageiro, é somente a estrada que nos conduzirá à vida ou à morte, portanto não desviemos do Caminho verdadeiro que é Jesus, por mais difícil que seja. Não buscar facilidades, nem somente desfrutar de tudo aqui, simplesmente a todo o tempo procurar praticar o Evangelho de Jesus Cristo. É não fazer o que a Palavra diz para não fazer, e fazer tudo o que a Palavra diz para fazer. A escolha é nossa, temos poder de decisão, temos o livre arbítrio, Deus não nos obriga a segui-lo nem a ser filhos, mas todos os que o receberam e são filhos herdarão a vida eterna. A porta larga é o mundo, as nossas vontades, desejos carnais; a porta estreita é a Palavra de Deus. "Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores." (Mateus 7:15).

 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. 

Um abraço,

Pr.Henrique Lino


Grifo Meu:

Na Palavra de Deus nos ensina como julgar, veja o que diz em João 7:24 “Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.” O que é a “reta justiça”?  É a Palavra de Deus, certo? Então se você não esta conforme ela, está em erro. Não sou eu que te julgo e sim a Palavra de Deus, eu somente te mostro para que venha ao arrependimento. Em Provérbios 10:17 diz; "O caminho para a vida é daquele que guarda a instrução, mas o que deixa a repreensão comete erro Se você não aceita a correção comete mais um pecado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário