SEJA BEM VINDO EM NOME DE JESUS.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Mesmo na derrota, jogadores manifestam dependência de Deus.



Fé dos jogadores da Seleção é destaque na mídia 

Mesmo na derrota, jogadores manifestam dependência de Deus
A derrota da Seleção Brasileira para a Alemanha na semifinal da Copa ainda repercute na mídia de todo o mundo. Mas enquanto o time está se preparando para a disputa do terceiro lugar, muito tem se falado sobre os jogadores.

Embora a maioria deles tenha sido hostilizado e até ofendido em suas páginas pessoais nas redes sociais, alguns deles conseguiram continuar sendo defendidos pela torcida.

Possivelmente, o melhor exemplo seja o zagueiro David Luiz. Evangélico, ele já falou muitas vezes sobre sua fé e chegou a escrever um livro falando sobre isso (ainda inédito no Brasil). Possivelmente para os torcedores brasileiros a atitude dele orar em campo após a derrota não tenha o mesmo impacto que teve em alguns países.

O site de notícias CBN, em sua versão em espanhol, deu destaque para a fé e a postura de David Luiz dentro e fora de campo. “Nem a derrota, as críticas ou a ridicularização conseguiu diminuir a fé do jogador, que logo após o término do jogo, ajoelhou-se no meio do campo, começou a orar e apontar para o céu. Seu ato foi acompanhado por seu parceiro Luiz Gustavo. Ambos deram uma excelente lição sobre como louvar a Deus em meio a tempos difíceis”, dizia a matéria publicada ontem (8-07-14).

O site americano do Christian Today trazia como manchete “Oram quando ganham, oram quando perdem – a fé dos jogadores do Brasil, apesar de uma derrota esmagadora”. A reportagem destacava a força da imagem de David Luiz apontando para o céu enquanto orava. Também lembrou uma entrevista antiga, quando o zagueiro declarou: “Minha fé em Jesus me dá forças para continuar a entrar em campo e fazer o meu melhor, mas também quero inspirar outras pessoas – isso é o que Deus me inspira a fazer”.

O site da BBC, influente agência de notícias inglesa, também destacou a cena, fazendo uma comparação com a comemoração dos jogadores evangélicos em 2002, quando conquistaram o Penta. Naquele ano, uma das imagens mais fortes da final, ironicamente contra a Alemanha, foi a do meia Kaká ajoelhado no meio do campo após a partida, apontando para cima enquanto usava uma camiseta com os dizeres “I Belong to Jesus” [Eu pertenço a Jesus].

Foi destaque ainda uma frase postada pelo meia evangélico Bernard no Instagram antes da partida contra a Alemanha: “Eu sei que Deus não da uma fardo para um filho sendo que ele não é capaz de suportar. Que seja feita a Sua vontade”. Pressionado com a necessidade de substituir Neymar, estrela do time, o jovem camisa 20 não imaginava o fardo que teria, de fato, de carregar. Mas para os jornalistas internacionais, suas palavras são um exemplo admirável de fé.

Na imprensa portuguesa, teve impacto uma declaração de Sara Madeira, namorada de David Luiz, que também é evangélica. Ela usou seu perfil no Instagram para escrever uma mensagem de apoio: “Hoje não deu meu amor… Mas como mostraste com a tua atitude, louvaremos a Deus por todas as coisas porque Ele é o dono de tudo! (…) Mas o título mais importante é teu: ganhaste o respeito e um carinho muito especial não só do teu povo mas do mundo inteiro. O troféu dos troféus ja é teu: Jesus! E por isso és mais do que vencedor!”.

Embora não tenha jogado a semifinal, e por isso acabou poupado das críticas, o zagueiro Thiago Silva também reproduziu nas redes sociais a mensagem enviada por Belle, sua esposa: “Obrigada por toda dedicação, não foi só nosso sonho, mas também o seu que foi adiado. Tanto trabalho, tantas noites de sono perdidas, muitas lágrimas e sorriso. Mas Deus sabe o que faz e o melhor está por vir e você estará preparado para a benção”.

Fonte: Gospel Prime

Grifo Meu:
Eles me representam, glória a Deus.



Nenhum comentário:

Postar um comentário