SEJA BEM VINDO EM NOME DE JESUS.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Batismo na Igreja Católica tem valor para Deus?

Neste estudo quero mostrar o que a Igreja Católica tem em suas normas e o que diz a Palavra de Deus. O batismo na Igreja Católica não tem valor para Deus porque não tem base bíblica. Consta no manual “catecismo” e não é realizado conforme as normas e muito menos conforme a Palavra de Deus, Vejamos:

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA.

B.2.4 Batismo de Jesus
§ 535 A vida pública de Jesus tem início com seu Batismo por João no rio Jordão. João Batista proclamava "um batismo de arrependimento para a remissão dos pecados" (Lucas 3,3). Uma multidão de pecadores, de publicanos e soldados, fariseus e saduceus e prostitutas vem fazer-se batizar por ele. Jesus aparece, o Batista hesita, mas Jesus insiste. E Ele recebe o Batismo. Então o Espírito Santo, sob forma de pomba, vem sobre Jesus, e a voz do céu proclama: "Este é o meu Filho bem-amado" (Mateus 3,13-17). É a manifestação ("Epifania") de Jesus como Messias de Israel e Filho de Deus.

Grifo meu: Jesus não precisava ser batizado. Em Mateus 3:15 lemos: “Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por agora, pois convém cumpramos a justiça completa. Então João cedeu.” (Bíblia ave Maria) Veja que Ele queria cumprir a lei do batismo e não porque precisava dele para sua salvação, como nós precisamos.

§ 537 Pelo Batismo, o cristão é sacramentalmente assimilado a Jesus, que antecipa em seu Batismo a sua Morte e a sua Ressurreição; deve entrar neste mistério de rebaixamento humilde e de arrependimento, descer à água com Jesus para subir novamente com ele, renascer da água e do Espírito para tornar-se, no Filho, filho bem-amado do Pai e "viver em uma vida nova" (Romanos 6,4):
Tudo o que aconteceu com Cristo dá-nos a conhecer que, depois da imersão na água, o Espírito Santo voa sobre nós do alto do Céu e que, adotados pela Voz do Pai, nos tornamos filhos de Deus.

Grifo meu: Em Mateus 3-16 diz: “Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espírito de Deus”. (Bíblia ave Maria) Ele foi batizado no Rio Jordão por imersão. Caso insista em dizer que é por “aspersão”, como a Igreja Católica ritualiza, digo que Ele não precisava entrar na água. Poderia ter sido batizado na beira do rio, molhando somente a testa como faz a Igreja Católica, não acha?

Vamos entender a diferença entre “imersão” e “aspersão”:

- Batismo por imersão ou batismo por submersão (do latim immersione; s.f., ato ou efeito de imergir; mergulho) é a forma de batismo caracterizada pela imersão total em água. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Imers%C3%A3o)

Aspersão termo derivado do latim aspersione; s.f., acto ou efeito de aspergir, borrifar ou respingar. No Batismo por aspersão a água é borrifada, espalhada ou chuviscada sobre o batizando. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Aspers%C3%A3o)

§ 701 A pomba. No fim do dilúvio (cujo simbolismo está ligado ao batismo), a pomba solta por Noé volta com um ramo novo de oliveira no bico, sinal de que a terra é de novo habitável. Quando Cristo volta a subir da água de seu batismo, o Espírito Santo, em forma de uma pomba, desce sobre Ele e sobre Ele permanece. O Espírito desce e repousa no coração purificado dos batizados. Em certas igrejas, a santa Reserva eucarística é conservada em um recipiente metálico em forma de pomba (o columbarium) suspenso acima do altar. O símbolo da pomba para sugerir o Espírito Santo é tradicional na iconografia cristã.

§ 720 Finalmente, com João Batista o Espírito Santo inaugura, prefigurando-o, o que realizará com e em Cristo: restituirá ao homem "a semelhança" divina. O Batismo de João era para o arrependimento, (Lucas 3:3), o Batismo da água e no Espírito será um novo nascimento.

B.2.9 Catecúmenos mortos sem Batismo e salvação
§ 1259 Para os catecúmenos (Quem preparação para o Batismo) que morrem antes de seu Batismo, seu desejo explícito de recebê-lo, juntamente com o arrependimento de seus pecados e a caridade, garante-lhes a salvação que não puderam receber pelo sacramento.

Grifo meu: Temos que declarar recebendo a Jesus como único e suficiente senhor e salvador da nossa vida. O texto acima deixa isso claro, juntamente com arrependimento dos nossos pecados. Por isso pergunto: uma criança recém-nascida tem pecado e tem condições de declarar que Jesus é seu salvador?

B.2.31.2 Água e seu poder simbólico no Batismo
§ 1214 Ele é denominado Batismo com base no rito central pelo qual é realizado: batizar ("baptizem", em grego) significa "mergulhar", "imergir"; o "mergulho" na água simboliza o sepultamento do catecúmeno na morte de Cristo, da qual com Ele ressuscita como "nova criatura" (2Coríntios 5,17; Gálatas 6,15).

Grifo meu: Se batizar é mergulhar, imergir, por que a Igreja Católica joga água na testa e não faz de acordo com as escrituras? Ela mesma tem o batismo em suas normas internas, conforme a Bíblia o descreve, mas não o pratica. Por quê?

B.2.33 Efeitos do Batismo
§ 1262 Os diferentes efeitos do Batismo são significados pelos elementos sensíveis do rito sacramental. O mergulho na água faz apelo ao simbolismo da morte e da purificação, mas também da regeneração e da renovação. Os dois efeitos principais são, pois, a purificação dos pecados e o novo nascimento no Espírito Santo.

B.2.33.9 Efeito vivificante da palavra de Deus
§ 1228 O Batismo é, pois, um banho de água no qual "a semente incorruptível" da Palavra de Deus produz seu efeito vivificante. Santo Agostinho dirá do Batismo: "Accedit verbum ad elementum, et fit Sacramentum - Une-se a palavra ao elemento, e acontece o sacramento".

B.2.2 Batismo das crianças
§ 1252 A prática de batizar as crianças é uma tradição imemorial da Igreja. É atestada explicitamente desde o século II. Mas é bem possível que desde o início da pregação apostólica, quando "casas" inteiras receberam o Batismo, também se tenha batizado as crianças.

Grifo meu: Aqui deixa claro que o batismo da criança é uma tradição da Igreja Católica e não da Palavra de Deus. Veja que deu inicio no século II d.C e não foi ensinado por Cristo e nem pelos apóstolos, pois nesta época todos já estavam mortos.

§ 1282 Desde os tempos mais antigos, o Batismo é administrado às crianças, pois é uma graça e um dom de Deus que não supõe méritos humanos; as crianças são batizadas na fé da Igreja. A entrada na vida cristã dá acesso à verdadeira liberdade.

Grifo meu: As crianças são batizadas na fé da igreja e não por ser um mandamento de Deus para este ato.
Nesse pequeno estudo mostro como a Igreja Católica pratica o batismo do jeito que quer e não se importa com o que está na Palavra de Deus, isso ficou claro ou não? Por isso deixo três perguntas e se possível me respondam dentro da Palavra de Deus, pois somente ela tem a verdade. Em Isaías 8:20 lemos: “Para aceitar uma lei e um testemunho. É o que se dirá. Porque não haverá aurora para eles.” (Bíblia ave Maria) – “À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles.” (Bíblia cristã) Note que as duas versões dizem a mesma coisa.

- O seu batismo ou da criança tem base Bíblica para ser realmente batizado na presença de Deus?
- A Igreja Católica criando “tradição” está realmente representando Deus aqui na terra com ela afirma?
- Se a Igreja Católica faz do jeito que quer, ela é uma igreja de Deus ou do diabo?

Acorda católicos e não sejam mais enganados pela sua igreja.

Fonte de pesquisa: Site do Vaticano


Escrito por Roberto Wagner

Um comentário:

  1. A paz de Cristo,gostaria de indicar meu blog:willian bugiga e o site:www.convertidos.com.br
    Fique na paz.

    ResponderExcluir